Skip to content

O que fazer em Fernando de Noronha

Atualizado em: 19 fev, 2020

Viajar para Fernando de Noronha precisa de um certo planejamento. Buscar os melhores vôos, procurar pousadas, escolher passeios… quanto antes, sempre melhor! Neste post, portanto, você terá um guia completo de o que fazer em Fernando de Noronha, com vários detalhes. Mas antes, se quiser conferir o post sobre Praias de Fernando de Noronha é só clicar aqui!

#1 Quando ir a Fernando de Noronha?

Depende do que você pretende. Se for da galera do surf e quer pegar umas ondas, a época é de dezembro a março. Em janeiro acontece uma etapa do WQS (World Qualifying Series), uma divisão de acesso ao Campeonato Mundial de Surf. Mesmo para quem não pega onda, mas gosta deste clima e agitação, a ilha estará em sua altíssima temporada. Lembrando que os preços, que já são altos ao longo do ano, nessa época de Revéillon e carnaval sobem mais ainda. Mas com certeza são os melhores para os baladeiros, pois também rolam muitas festas de ano novo e a ilha está fervendo!

Já os turistas que preferem a ilha menos cheia, um mar calmo, para quem faz mergulho profissional ou mesmo o mergulho livre vá entre os meses de agosto e novembro. O mar é calminho e se torna ótimo para longos banhos. Fui em setembro e estava uma delícia!

Os meses que não citei acima – abril a julho – são meses chuvosos, onde os passeios a atrações ficam mais restritos. Por outro lado, os preços caem e pode ser uma ótima oportunidade.

#2 Onde ficar?

Aqui um tópico que precisa de muito planejamento e, também, de muita antecedência. Uma coisa é certa: qualquer lugar onde você for se hospedar em Noronha será caro. Seja pelo valor da melhor pousada, seja pelo quartinho em casa de morador, que cobra muito mais do que realmente vale.

O que fazer em Fernando de Noronha
Encante-se por Noronha!

O que quero dizer com isso? Ir a Noronha é gastar muito com hospedagem. E mesmo assim sempre tudo está quase esgotado, é impressionante! O planejamento, portanto, é fundamental. Assim que você comprar a sua passagem, corra atrás das pousadas.

Eu classificaria os preços em três faixas. Explicando: essa foi a minha percepção em relanção ao que pesquisei e vi por lá. E claro que muitas pousadas ficaram de fora desta lista… Na 1a “categoria” estão as pousadas famosas e mais luxuosas da ilha. Não as conheço, mas acredito sim que devam ser realmente incríveis, já que praticam um valor bem acima das outras pousadas. São elas: Pousada Maravilha, Pousada Morena, Pousada do Zé Maria, Pousada Triboju, Pousada Maria Bonita, Pousada Teju-Açu. Todas elas com diárias acima de R$1.200,00 o ano todo.

Na 2a categoria estão: Pousada do Vale (onde ficamos e recomendo muito), Dolphin Hotel, Solar dos Ventos, Noronha 350, Pousada Lua Bela, entre outras. Todas estas com diárias médias de R$ 1.000,00 durante o ano. E em uma 3a categoria eu citaria pousadas mais simples, casas, hospedarias e hostels. A faixa de preço, neste caso varia muito, mas na época que eu fui (setembro), a diária em uma hospedaria estava em torno de R$150,00.

Se quiser pesquisar outras hospedagens em Noronha, e você realmente deve fazer isso, clique aqui para checar o que está disponível e as tarifas de acordo com a época em que você irá viajar!

Vale lembrar que os valores que eu citei acima e as “categorias” as quais incluí os hotéis e pousadas variam muito ao longo da época do ano, da procura e disponibilidade. Portanto, pesquise bastante!

#3 Como chegar em Noronha

Fernando de Noronha avião
Sente-se do lado esquerdo do avião para ter esta vista logo na chegada!

Fernando de Noronha é uma ilha que faz parte do Estado de Pernambuco. Por conta da preservação ambiental do lugar, os vôos são relativamente restritos.

Somente a companhias aéreas Azul e a Gol chegam em Noronha e somente vindas de Natal (RN) ou Recife (PE). Se você mora em qualquer outra cidade deve ir até Recife ou Natal para chegar a Noronha. Se não me engano cada companhia aérea faz somente dois vôos diários para lá.

Pensando em ir a Miami? Conheça 5 hotéis incríveis!

DICA: para ver esta imagem linda aí de cima pela janela do avião, reserve o seu assento no lado esquerdo da aeronave! Como Noronha é um lugar único, os pilotos antes da aterrisagem dão uma volta completa pela ilha, pra você poder admirar a beleza antes de chegar. Pelo menos no vôo da Gol foi assim!

#4 Taxas

Qualquer pessoa que vá visitar Noronha precisa pagar a TPA – Taxa de Preservação Ambiental – antes de entrar na ilha. O valor depende de quantos dias você vai ficar, já que é cobrado por diária. É possível pagar esta taxa diretamente no aeroporto de Fernando de Noronha ou então antecipadamente, online.

O valor é de R$ 73,52 (janeiro/2020) por dia, por pessoa. Portanto, se você for ficar 7 dias na ilha, terá que pagar R$ 514,64 por pessoa.

Outra taxa ambiental é a Taxa de Visitação do Parque Nacional Marinho. Ela não é obrigatória, mas sem ela não é possível visitar as principais praias, fazer trilhas e mergulhos em locais preservados, como a praia do Sueste, da Atalaia, Praia do Sancho e Baía dos Porcos, entre outros locais. Ou seja, não tem porque não pagar, caso contrário você não irá conhecer o que Noronha tem de mais bonito.

Brasileiros pagam R$ 111,00 e estrangeiros R$222,00 (janeiro/2020) e este ingresso é válido por 10 dias. Crianças menores de 12 anos e adultos acima de 60 são isentos de pagamento, porém devem fazer o cadastro. Esta taxa também pode ser paga online ou então no Centro de Visitantes do ICMBio, no PIC Golfinho – Sancho ou PIC Sueste, que são pontos de apoio e informações.

#5 O que fazer em Fernando de Noronha – Passeios

o que fazer em Fernando de Noronha ilhatour
Parada para fotos na praia mais linda de Noronha: Sancho!

O que fazer em Fernando de Noronha? Existem diversas atividades na ilha e as agências de turismo locais vendem vários tipos de passeios. Nós ficamos uma semana por lá e contratamos praticamente um passeio por dia. Eles não duram o dia inteiro, então dá para fazer uma atividade e também descansar ou ir a alguma praia no restante do dia.

Ilhatour

O primeiro passeio que recomendo é o Ilhatour, pois é o mais completo. Ele dura o dia todo e é possível conhecer grande parte das praias. Feito com um guia local, conta com alguns mergulhos, como na praia do sueste, por exemplo, onde vimos tubarão, tartarugas e uma infinidade de animais marinhos.

Clique aqui e conheça 16 hotéis românticos em todo o Brasil

O Ilhatour pode ser feito em grupos de até 10 pessoas em caminhonete da agência. É possível também contratar um guia particular e alugar um buggy, neste caso para até 4 pessoas, ou um carro 4×4. Fizemos o tour em grupo e pagamos R$ 250,00 por pessoa (valor de setembro/19); este valor inclui o transporte de ida e volta.

Passeio de Barco

o que fazer em Fernando de Noronha barco
O passeio de barco te dá outra visão da ilha e das praias!

O passeio de barco pela ilha mostra uma outra perspectiva das praias, que são igualmente lindas vistas do mar!

Com duração de 3 horas, o barco navega pelo mar de dentro, passando por nove praias e também pelas ilhas secundárias. O ponto alto do passeio são os golfinhos! Próximo do porto, eles aparecem aos montes e dão um show, se exibem nadando bem pertinho do barco, dando piruetas. São lindinhos!

Dizem que são os golfinhos macho que chegam perto dos barcos para que ninguém chegue perto das fêmeas e nem dos filhotes. E realmente a gente se distrai mesmo, porque eles fazem piruetas e chegam tão perto que ninguém olha pra outra coisa!

O passeio de barco inclui parada para banho e mergulho livre na Praia do Sancho – pelo menos a maioria dos passeios para neste ponto. O valor é R$ 200,00 por pessoa. Confesso que não achei nada especial neste passeio – a não ser o encontro com os golfinhos, claro! Não faria de novo, pra ser bem sincera. E não ser que fosse com o meu próprio grupo, em um barco particular.

Plana Sub

o que fazer em Fernando de Noronha plana sub
Passeio imperdível para ver a vida marinha de Noronha!

Que grande surpresa foi o plana sub, nós adoramos! Este passeio é feito de barco também. Logo após sair do porto, pegamos uma pranchinha e snorkel e fomos “rebocados’ pelo barco, que vai em baixa velocidade. A medida que o barco vai andando, podemos mergulhar (sempre puxados pela prancha) ou somente ficar com o rosto na água. Por incrível que pareça, dá pra ver muitos animais marinhos, é impressionante.

Na região que o barco navega, que é perto do Porto, existe um naufrágio, então dá pra realmente enxergar a vida marinha! O preço do Plana Sub é R$ 200,00 por pessoa. É uma pena que dure só 20 minutos!

Mergulho com cilindro

Mergulho Noronha
Experiência inesquecível!

Noronha é um lugar super visitado por mergulhadores de todo o mundo. Além da variedade de animais marinhos, oferece grande visibilidade para mergulhos.

Eu nunca tinha mergulhado na vida, nunca fiz nenhum curso e nem o meu marido. Mas nos animamos e fizemos um batismo, como eles chamam o primeiro mergulho, que é acompanhado de um instrutor. O resultado? Amamos! Mergulhamos a uma profundidade bem baixa, claro, sempre acompanhados. Foi muito seguro, eu recomendo.

A equipe dá uma pequena aula antes de entrarmos no mar. Confesso que dá um nervoso inicial, mas se virar em baixo d’água é simples. E saber que tem o guia grudado em você (como na foto) dá um certo alívio! O mergulho valeu muito a pena, a vida lá em baixo é linda demais!! O único inconveniente foi o preço: R$ 580,00 por pessoa.

Trilhas

Existem diversas trilhas para fazer em Fernando de Noronha e os graus de dificuldade variam, assim como é a dificuldade em agendá-las!! Explico: como Noronha tem um super controle ambiental, é preciso agendar as trilhas, pois muitas delas têm um limite de visitantes por dia. Nestas, principalmente, é necessário apresentar o ingresso do Parque Nacional Marinho, citado acima.

Para o agendamento é necessário ir até o ICMBio/Projeto Tamar, que fica no bairro do Boldró. Eles distribuem senhas às 15h e o agendamento começa às 17h. Neste meio tempo você pode ficar assistindo a um filme educativo sobre a ilha. Se chegar fora deste horário é possível agendar também nos computadores de auto-atendimento. Mas as trilhas são super concorridas!

O que fazer em Fernando de Noronha trilha
Parte tranquila da trilha de Pontinha Caieiras. O Guia vai contando varias curiosidades pelo caminho

Confesso que achei esse sistema bem confuso e pouco útil, porque se perde muito tempo para realizar o agendamento. Nós não fomos no horário da distribuição de senha, porque não queríamos perder tanto tempo. Chegamos no final da tarde e conseguimos agendar somente duas trilhas: Atalaia Curta e Pontinha Caieiras. Vale lembrar que algumas trilhas podem ser auto guiadas, mas a maioria necessita de um guia. Eles cobram em média R$ 150,00 por pessoa e são realmente fundamentais, pois sabem por onde ir, onde é possível mergulhar, além de claro, nos contar tudo sobre o local.

Sobre as trilhas que fizemos

Atalaia Curta é muito tranquila. Cerca de 30 minutos de caminhada leve em um terreno plano. Chegamos a Praia de Atalaia, que conta com uma piscina natural bem rasinha, liberada para mergulho por somente 30 minutos e para 16 pessoas por turma. Atalaia é uma praia do Parque Nacional Marinho, portanto esta trilha necessita da taxa paga.

Trilha Atalaia
No final da trilha Atalaia cuta, a linda Praia da Atalaia

Já a trilha Pontinha Caieiras é uma caminhada bem mais complicada, o tempo todo sobre pedras e bastante longa. Margeando o mar de fora, a trilha conta com algumas paradas para mergulho, com o uso obrigatório de coletes para que os corais não sejam prejudicados. Essa trilha tem um visual muito bonito.

Gostaria de ressaltar que existem outros passeios disponíveis pra se fazer na ilha, como a canoa havaiana, por exemplo. Nós não fizemos, mas é um passeio de contemplação, navegando em uma canoa, e que acontece ao nascer ou ao pôr do sol. Ou seja, garantia de sucesso com a natureza linda que existe lá!

#6 O que fazer em Fernando de Noronha – Restaurantes

o que fazer em Fernando de Noronha
Só coube parte da mesa nesta foto. Festival do Zé Maria

Apesar de uma ilha pequena, Noronha conta com várias opções de restaurantes, já que os turistas estão por lá durante o ano todo. O preço é bem similar aos de São Paulo, que é uma das cidades mais caras do Brasil. Portanto, é preciso preparar o bolso! Mas existem opções mais baratas, para quem precisa economizar. São as famosas marmitas, que são vendidas, principalmente, em restaurantes localizados na Vila do 30, que é o bairro dos moradores. Elas custam uma média de R$ 30,00 e quebram um bom galho.

Na Vila dos Remédios ficam os principais restaurantes de Noronha. Os mais famosos são: Varanda, Flamboyant, Cacimba Bistrô, Xica da Silva e Mergulhão – este último, porém, fica no porto. Todos são bem gostosos e seus pratos custam, em média, R$ 200,00 para duas pessoas (preços de 2019). São realmente caros, como tudo na ilha! E nem estamos falando de restaurantes luxuosos, ok?

Hotéis fazenda são sempre uma ótima opção para a criançada! Conheça neste post 12 destes hotéis perto de SP

Outra opção são os restaurantes das pousadas. Muito famoso na ilha, o Festival Gastronômico do Zé Maria é bem concorrido. Acontece todas as 4as e sábados, na Pousada Zé Maria. O Zé Maria é um ex-pescador da própria ilha, conhecido em toda Noronha e que virou celebridade, aparecendo ao lado de artistas famosos pelas revistas Brasil afora. O Festival oferece 40 tipos de pratos e sobremesas. É uma fartura absurda, nós fomos conferir! O evento conta sempre com uma atração musical e precisa de reserva bem antecipada.

O que fazer em Fernando de Noronha
E a mesa de sobremesas no Festival do Zé Maria. Irresistível!

O valor do Festival é de R$ 274,00 por adulto, sem bebidas. (Preço de setembro/19). Minha opinião: existe realmente uma super variedade de pratos, chega a ser um grande exagero! Mas tudo muito, muito gostoso. Não experimentei nada que estivesse mais ou menos, tudo estava ótimo, incluindo os doces! O restaurante do Zé Maria funciona nos outros dias da semana, com serviço à la carte.

A Pousada do Vale, que foi aonde nos hospedamos, tem também o seu festival, a “Peixada do Vale”, que custa R$ 180,00 e acontece todas as 5as feiras. Tem uma boa variedade de pratos, os peixes realmente estavam gostosos e existem ainda outras opções de carnes. Minha opinião: comida gostosa, mas nada divino! Não acho que valeu a pena. E é engraçado porque nos outros dias, os pratos que pedimos no mesmo restaurante estavam muito bons!! Então a minha dica é ir ao Restaurante do Vale fora do festival.

Outra pousada badalada da ilha que tem restaurante é o da Pousada Maraviha. Não conseguimos ir, mas ouvi dizer que a vista é muito bonita e que vale a pena o passeio até lá. Não posso opinar sobre a comida.

#7 O que fazer em Fernando de Noronha – Noite

O que fazer em Fernando de Noronha a noite? Como uma ilha pequena, Noronha não oferece muitas opções de diversão. Durante todo o tempo que você estiver lá vai sempre encontrar as mesmas pessoas, e muito provavelmente cruzará com seus guias ou com as pessoas que te atenderam nos restaurantes!

O que fazer em Fernando de Noromnha Cachorro
O Bar do Cachorro tem vista para a praia

Bom, o Bar do Cachorro é super famoso, assim como o Muzenza. Ambos ficam na entrada da Praia do Cachorro e se alternam na balada. Ele fecha somente às 3as feiras e possui música ao vivo todos os outros dias. Como tem vista para a praia, oferece uma apresentação de saxofone e flauta das 17h30 às 19h30. Às 2as, 4as e 6as o lugar ferve com o forró, aos sábados acontece a mistura de forró com sertanejo e aos domingos é a vez do samba.

Logo à frente do Cachorro, do outro lado da praça, está a Pizzaria Muzenza, que funciona de 3a a domingo e apresenta forró às 3as; pop rock, forró e reggae às 5as e samba no domingo. Todas as noites, portanto, tem diversão em Noronha. Não posso dar o meu depoimento neste caso, porque estávamos tão cansados das atividades do dia que não tivemos forças para sair a noite! Uma pena, pois queria ter visto de perto os dois lugares.

O que fazer em Fernando de Noronha sancho
Uma das paisagens mais lindas do mundo!

Coloquei neste post todas as informações que considero essenciais para quem está indo a Noronha pela primeira vez. Não deixe de ler também o post sobre as Praias de Fernando de Noronha e também saber de Lugares para assistir o pôr do sol em Noronha! Estes posts mostram as diversas maravilhas que a ilha oferece e irá ajudar a se programar bem para decidir o que fazer em Fernando de Noronha.

Navegue pelo Viagem em Detalhes! Outros posts que podem te interessar:

Dicas para planejar sua viagem para a Croácia

Conheça o Mar Morto, que na verdade é um lago!

Passeios pelo Deserto do Atacama, no Chile

PARCEIROS

Sandra Scigliano

Sandra Scigliano

Sou jornalista e, como a maioria das pessoas nesta profissão, amo escrever. O assunto? Todos! Claro que existem os que tenho maior facilidade ou afinidade. Viagens é um deles! Primeiro porque é possível relembrar cada passeio, cada emoção… E segundo porque dá vontade de viajar mais e mais! Em família, em casal, em turma… Viajar é uma experiência tão particular de cada um, mas emocionante pra todos. Embarque com o Viagens em Detalhes, assim como eu embarquei…

10 Comments

  1. Fernando de Noronha é um sonho! Espero uma hora poder concretizar esta viagem. O post está ótimo e muito bem explicado, votarei aqui quando a viagem finamente sair do papel! 🙂

    • Obrigada Carina. Vá sim a Noronha e volte aqui pra nos contar!!

  2. Que lugar fantástico e que fotos lindas! Fernando de Noronha é um sonho mesmo.
    Estou querendo visitar e vou usar seu post como referencia, muito obrigada!

    • Ah, vai sim. Tenho certeza que você vai se apaixonar! Qq dúvida é só me chamar!

  3. Adorei as indicações sobre o que fazer em Fernando de Noronha, que lugar lindo. Fiquei aqui sonhando em conhecer estas praias. Muito bom o texto, obrigada por compartilhar.

    • Obrigada Alessandra!

  4. Super guia para organizar uma viagem para Fernando de Noronha, hein? Não sou tão chegada em praias e como não é lá tão barato, acabo deixando para depois de conhecer as mais “básicas” e famosas hehehe.

    • É, se você não gosta de praia tem que priorizar outros lugares… apesar de que uma paisagem linda como essa sempre vale a pena visitar, né?

  5. Ai que saudade que deu lendo esse post. Fernando de Noronha é um dos lugares que quero voltar pelo menos a cada 2 anos.

    • Nem me fale, lindo demais né? E concordo com você e amei a sua ideia: voltar a cada 2 anos! Seria perfeito, não?


Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

illust_bag2

Assine a nossa newsletter

e receba tudo em exclusividade :)

Assine a nossa newsletter

e receba tudo em exclusividade :)

CONTATO

Caso seja de sua preferência nos envie um email para [email protected] e teremos o maior prazer em te responder.